terça-feira, 29 de agosto de 2017

PELO PROJETO EM ANÁLISE, É O MORADOR QUE PAGARÁ A CONTA QUE HOJE É DO GOVERNO

Felipe Augusto, o prefeito de São Sebastião cassado pela Justiça Eleitoral que recorre ao Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, enviou ao Poder Legislativo do Município uma Mensagem sobre um tema que eu já havia feito um comentário: ele quer isolar comunidades, separar as pessoas por locais onde moram com guaritas e chancelas - em ruas sem saída.

Mas, a coisa é ainda pior.

O Projeto de Lei - PL prevê que os custos dos serviços de vigia e colocação dessas barreiras deve ser pago pelo morador, como se o local deixasse de ser público e sob responsabilidade do Governo.

E olha que além da Guarda Municipal e de todo aparato de Segurança do Estado, ele ainda criou um pró-labore para policiais, chamado de "função delegada", que, em tese, serve para aumentar a segurança urbana.

E tem mais, anote aí...

Se nessas ruas existirem áreas públicas como praças e quadras esportivas, os moradores também deverão arcar com a manutenção. É justamente o que consta na redação oficial. O Projeto aguarda Parecer da Comissão de Justiça antes ir à votação dos vereadores na Câmara Municipal de São Sebastião Oficial. Um absurdo sem tamanho.

Não custa lembrar que há um Edital lançado pela Prefeitura de São Sebastião para a a PPP da Iluminação Pública, hoje coberto pelo erário,que, se aprovado, também será pago pelo cidadão com a recriação da extinta Taxa de Iluminação Pública, que leva o simpático nome de "Contribuição", mas, se há o dever de pagar, é "Imposto", não o contrário...

Prepare-se para o aumento do custo de vida na cidade sob o PSDB SÃO SEBASTIÃO.

E quer saber mais?
Os vereadores aprovaram hoje, 29, o Fundo Garantidor das PPPs com a redação original - em que o Governo garante o parceiro privado quando este for buscar dinheiro em instituições financeiras. Se o empresário não pagar, der calote em seu empréstimo, é o cidadão contribuinte quem pagará. Tá bom pra você?

Reflitam...

-
22h12min.  -   adelsonpimentarafael@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário