sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

LICENCIAMENTO DO TEBAR SOB INVESTIGAÇÃO JUDICIAL


Olha só, nada contra a divulgação com verba publicitária das ações do Governo, é natural e necessário até. O que eu tenho questionado é o marketing político e não institucional da Prefeitura de São Sebastião. 

Sobre a operação de transbordo a contrabordo e o ship-to-ship, sendo que o primeiro é realizado no Terminal e o segundo com os navios fundeados, não houve qualquer explicação razoável sobre o modelo dessas operações, os riscos e as medidas de contenção de danos. Uma Comunicação extremamente panfletária e falha. 

Ao Governo a festa ficou pelo incremento de receita - e só.

Com a Nota (https://goo.gl/egMz6d) veiculada ontem, 14, dando conta de que o O Ministério Público do Estado de São Paulo através do Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio Ambiente (Gaema) e o Ministério Público Federal - MPF instauraram Inquérito Civil em conjunto para fiscalizar e apurar eventuais irregularidades no processo de licenciamento dessa operação no Terminal Transpetro - TEBAR, voltamos à prudência.

Acerta demais ao fazerem isso. 

A Cetesb - Companhia Ambiental, não custa lembrar, também não entendia a necessidade de um Eia-Rima sobre o projeto de construção de mais um berço com dois píeres de atracação do Tebar, o que foi contestado de pronto pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente; da mesma forma que o órgão ambiental do Estado, até onde sei, não responsabilizou a Petrobras - de forma direta - pela área contaminada no bairro do Itatinga. Procedimentos questionáveis.

Um brinde à investigação, que busca evitar possíveis danos ambientais decorrentes da inclusão da operação “ship-to-ship” na licença de operação do Tebar. A atividade pode vir a ser autorizada pela Cetesb sem que sejam feitos estudos de impacto ambiental, diz a Nota conjunta do MP/SP e MPF.

Entre a notícia e os fatos há uma análise à ser feita. Sem o foco crítico, o que resta é elogio e/ou matérias sem apuração, ao gosto do freguês. O que sobra não é informação, é propaganda.

Tenho dito!
-
10h55min.  -  adelsonpimentarafael@gmail.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário