quinta-feira, 2 de novembro de 2017

DIÁLOGO DOS PREFEITOS DO PMDB PODE ADESTRAR O DO PSDB


Os prefeitos do PMDB na região do Litoral Norte de São Paulo estão afinadinhos e agindo em conjunto sobre agendas em comum, dialogam com desembaraço e pensam proativamente. Ao menos é o que se tem visto até aqui publicamente. 

Aguilar Junior, (Caraguatatuba), e Márcio Tenório, (Ilhabela), educadamente cientes do papel que cada um representa, sentaram à mesa de negociações no último dia 30/10 com o presidente da Sabesp, Jerson Kelman (http://www.kelman.com.br/). 

Um alívio na reunião não ter as costumeiras bravatas e o dedo em riste do Prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto - que governa sob efeito suspensivo em grau de recurso ao Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo por ter sido cassado pela Justiça Eleitoral de primeira instância.

Entre os assuntos em pauta, diz a Nota Oficial da Prefeitura de Caraguatatuba, a discussão sobre a renovação de contratos entre a concessionária e o Litoral Norte, já que as cidades mantêm contratos por conta de escrituras públicas datadas da década de 70.

A principal discussão foi sobre os prazos de projetos e investimentos para as cidades litorâneas nos próximos anos, pois esta é a maior reivindicação dos municípios. Inicialmente, o prazo da Sabesp era de investimentos com um prazo de 30 anos e foi feito um compromisso de reduzir para seis anos. 

Repactuar 1% da sua receita anual na cidade para obras voltadas a recursos hídricos, como drenagem foi uma das exigências do Prefeito caraguatatubense. O repasse deve girar em torno de R$ 800 mil por ano. Aguilar Junior tem contabilizado conquistas, e faz isso sem grito, sem xingamentos, pelo contrário. 

Márcio Tenório, ilhabelense, considerou ter havido avanço no debate sobre as propostas para toda a região. Não custa lembrar que seu Plano de Investimentos na Prefeitura de Ilhabela - apresentado à imprensa recentemente prevê o aporte milionário na gestão do saneamento básico, independentemente do que a Sabesp fará por dever para renovar seu contrato com a municipalidade.

Não custa lembrar que está em discussão a criação de uma Agência Reguladora Regional, que eu praticamente não creio na viabilidade, mas espero para ser contrariado pelos fatos.

Além dos prefeitos e do presidente da concessionária, a reunião teve a presença do superintendente da Sabesp no Litoral Norte, José Bosco Fernandes de Castro, entre outros. 

Em novembro, o presidente da Sabesp deve visitar as cidades do Litoral Norte para acompanhar os projetos de investimentos. Torçamos para que não seja agredido pelo prefeito algoz, o sebastianense tucano. Nunca se sabe.

Espero que a forma de dialogar dos prefeitos peemedbistas adestre o do prefeito do PSDB.

É a minha resenha
-
15h23min.  -  adelsonpimentarafael@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário