sexta-feira, 15 de junho de 2018

COM JUIZ, AGUILAR JR VISITA NÚCLEOS SOCIAIS


Apesar do frisson que vozes da oposição causaram em algum momento nas redes sociais em Caraguatatuba, não foi dessa vez que se colocou uma coleira no Governo. Havia pretensões de domar a fera. Mas, a oposição se desidratou politicamente. Diferente, por exemplo, de São Sebastião, onde o grupo dos que se opõem está crescendo - vitaminado por um Governo fraco do PSDB.

Há muitos questionamentos em jogo, melhorou o nível de participação popular sobre a coisa pública e a propaganda governamental não é mais aceita sem verificações. É a nova realidade das coisas. Há uma exigência importante do cidadão pela qualidade da devolutiva em serviços públicos.

O ex-prefeito da cidade de Caraguá, Antonio Carlos, líder maior da oposição, está enfrentando reveses importantes em sua caminhada pós-poder, com bens bloqueados, processos na Justiça e Contas para serem votadas na Câmara Municipal - com Relatório Técnico do TCE pela rejeição, já perdendo na votação nas Comissões da Casa. 

Sua aposta total se concentra no lançamento de sua filha, Michelli Venezianni para deputada. Vai testar seu cacife, e a de seu genro - o prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto. Este, por sua vez, se isolou na cidade, comprou briga com todos os grupos políticos existentes e se fechou num seleto grupo familiar.

Várias coisas podem ter ocorrido para que isso tenha chegado a este ponto, entre as quais, o perfil do atual Prefeito da cidade, Aguilar Junior, que é mais pacifista e proativo, menos ruidoso. Ascende num cenário carente de novas lideranças políticas. E faz isso exercendo seu mandato sem sobressaltos, enfrentando com calma os problemas do dia-a-dia. 

Ontem, (14/06), a notícia no site da Prefeitura de Caraguatatuba foi a de que "houve uma diligência para vistoriar núcleos urbanos e loteamentos informais/clandestinos em diversos pontos da cidade". 

Na linha de frente estavam o Prefeito e o Juiz de Direito da 1ª Vara Cível de Caraguatatuba, Ayrton Vidolin Marques Júnior. Em companhia destes estavam o Diego Selhane Pérez, pelo Cartório de Registro de Imóveis do município. Vice-Prefeito e secretários do Município também. 

Sua política de Regularização Fundiária foi pauta nacionalizada com a visita do Presidente da República, Michel Temer. O Presidente da Fiesp, Paulo Skaf, que é de seu partido - o MDB, esteve visitando a cidade e anunciou mil vagas em cursos voltados para o pescador. Com o ex-governador Geraldo Alckmin tratou de recursos para rodovia. Com a Sabesp negocia um Plano de Negócios para renovação do Contrato de Serviços. Está prestigiado.

Adepto do diálogo institucional, seu jeito pegou de surpresa os opositores políticos que perderam a eleição no fotochart e vieram com a faca nos dentes esperando por uma briga que não lhes foi dada, recebendo compreensão e diálogo do outro lado. Pronto, desmontou a estratégia. 

Essa política que se aproxima do Judiciário e facilita a fiscalização, abre-se ao Controle, publiciza os atos, envolve o cidadão; consulta previamente o TCE, como foi no caso da licitação para a contratação global dos serviços de merenda escolar, entre outras coisas, é o que mantém o diferencial. 

Herdou uma cidade com muitas demandas; uma Administração com um balanço financeiro equivocado e teve que refazer tudo para não perder a mão. É vítima de jornais apócrifos, com exemplares denunciados e recolhidos antes de sua distribuição, e um movimento claramente orquestrado por interesses escusos contra sua gestão. Virou caso de Polícia. 

A notícia boa é esta, a de que núcleos e loteamentos que ainda vêm sendo estudados para que possam ser integrados ao programa de regularização, tais como: Massaguaçu, Getuba, Cantagalo, Ponte Seca, Rio do Ouro, Gaivotas, Morro do Algodão, Travessão e Perequê Mirim, foram visitados pelas autoridades. Para o juiz da cidade, que durante todo o trajeto, procurou obter informações com funcionários da Secretaria de Habitação, a diligência foi muito proveitosa.

A expectativa, segundo a Secretaria Municipal de Habitação, é a entrega de pelo menos 6 mil títulos de propriedade. A estimativa foi apresentada com base nos pedidos de regularização fundiária que chegaram para análise dos técnicos. Com os números, Caraguatatuba será a cidade do Brasil com melhor desempenho na regularização fundiária do Brasil, na relação títulos entregues/população.

Aos que governam, saibam que é isso que a população espera. 
Aos que se opõem, melhor é tentar ajudar a aperfeiçoar,  que atrapalhar.
-

*COM* *JUIZ*, *AGUILAR* *JR* *VISITA* *NÚCLEOS* *SOCIAIS* Com ações proativas e diálogo institucional, o Prefeito engole a oposição
Apesar do frisson que vozes da oposição causaram em algum momento nas redes sociais em Caraguatatuba, não foi dessa vez que se colocou uma coleira no Governo.

Havia pretensões de domar a fera. Mas, a oposição se desidratou politicamente.

Diferente, por exemplo, de São Sebastião, onde o grupo dos que se opõem está crescendo - vitaminado por um Governo fraco do *PSDB* Resenha do Jogo